sexta-feira, 21 de agosto de 2009

ARREPENDEI-VOS, POIS ESTÁ PRÓXIMO O REINO DE DEUS!

Existia há muito tempo atrás, um homem de Deus cujo nome era João Batista. Era um homem cheio do Espírito Santo, e anunciava as verdades do Senhor sem medo. Mas ao contrário dos assim chamados “homens de Deus” desses tempos, cuja alegada prova da “unção” de Deus é a prosperidade, fama e o poder, João era desprezado pela sociedade, viva num deserto e comia gafanhotos para seu sustento. Ele não tinha nada para a sociedade, mas para Deus ele tinha uma missão a cumprir: anunciar a proximidade da chegada do Reino de Deus sobre esse mundo.

Mas há uma diferença enorme no evangelho pregado por João Batista e o evangelho moderno. Enquanto o evangelho moderno diz para nos achegarmos ao Reino de Deus simplesmente caminhando em direção a ele, João dizia que para o homem entrar no Reino é preciso arrependimento. Sim, o homem pode chegar aos portões do Reino simplesmente caminhando em direção a ele, mas esse mesmo homem não entrará dentro do Reino sem arrependimento. João pagou o preço por isso, sendo decaptado por causa de sua ousadia em anunciar o arrependimento.

Hoje infelizmente não falamos em arrependimento. Algumas igrejas falam em peacdo, mas não em arrependimento. Outras nem sequer tocam em pecado, quanto mais no arrependimento! Costumamos bastante atribuir a missão da igreja como “ide ao mundo e pregai o evangelho”, quando na verdade o que Jesus ordenou é que se pregasse em seu nome o arrependimento para a remissão de pecados (Lucas 24: 47). Um dos principais erros cometidos na igreja é dizer que há uma grande festa no céu quando alguém diz “aceitar” a Jesus, quando na verdade o texto bíblico diz que “haverá maior alegria no céu por um pecador que se arrepende do que noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento” (Lucas 15: 7). Está vendo como nossa teologia hoje está muito ruim?

Precisamos urgentemente acabar com esse Jesus que está sendo pregado todos os domingos na maioria das igrejas dessa época, o Jesus bonachão, o Jesus amigo, o Jesus grátis, o Jesus que só quer você ao lado dele como se ele fosse um coitadinho qualquer. Precisamos sair e gritar que nem João Batista, anunciando o verdadeiro Jesus que diz: ARREPENDEI-VOS, POIS ESTÁ PRÓXIMO O REINO DE DEUS!

Que Deus tenha piedade de nós nesses últimos dias.

Renato A. O. de Andrade

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

BRASIL CRENTE

BRASIL CRENTE

  1. Quando eu cheguei ao Brasil, cri que havia chegado ao país mais crente do mundo, nunca havia visto tantos templos juntos, nunca havia visto tanto crente andando pelas ruas com a Bíblia Sagrada na mão.
  2. Eu fiquei alegre de me encontrar num país que um crente tal vez sonha. Aquele povo com uma igreja forte, com templos bem bonitos e com muita gente alegre e carinhosa.
  3. Eu ouvi a quase tudo mundo falar estas palavras: “Se Deus quiser”, “Graças a Deus”, “vai com Deus”, “fique com Deus”, “bençãos pra você” e assim por diante.
  4. Aquele dia que cheguei a Brasília eu conheci ao professor Chico. Agora um amigo muito querido. Um dia ele convidou para subir ao seu carro. Quando eu entrei nele vi um exemplar da Bíblia bem pequeninha aberta no salmo 91. Eu pensei, olha alguém esteve lendo no salmo 91 neste carro. Aquele dia eu não perguntei nada. Não sabia ainda se aquele amigo era crente.
  5. Eu seguia impactado por estas coisas que não havia visto antes. Definitivamente eu pensei, esta é a cidade onde gostaria morar sempre.
  6. Ao segundo dia que cheguei, caminhando pelas ruas de Brasília, que coisa mais agradável: neste lado, ótica evangélica, farmácia evangélica, padaria evangélica ao outro lado, açougue Maranatha, moveis Ebenézer, borracharia Deus é Fiel. Um pouquinho mais para frente, que coisa mais espetacular um templo enorme, enorme mesmo com um título grande, muito grande com letras douradas: Jesus é O Senhor. Uma quadra mais outro templo, mais outro, mais outro. Eu me perguntei, será certo o que estou vendo?
  7. Pela graça de Deus, minha família e quem lhes fala andamos tudo este tempo protegidos e cuidados por nosso bom e misericordioso Deus e já passamos neste belo país, quase tantos dias como para somar 05 anos.
  8. Depois de vários meses, um dia eu comece a trabalhar num colégio estadual lá perto de Brasília. Precisavam de alguém que conhecera bem línguas estrangeiras. E eu falei que falava inglês fluente desde os dois anos de idade e então fui contratado para ensinar inglês, espanhol, algumas horas de sociologia e completava a carga horária dando aulas de xadrez. Eu agradeço ao Senhor por este tempo. Foi uma experiência muito enriquecedora. Eu conheci ao brasileiro mesmo, esse que é sofrido, esse que trabalha duro, esse que se sacrifica dia inteiro para levar sustento a sua casa. Eu dava aulas lá, pela manhã e pela noite. Esse fato me permitiu conhecer muito bem da vida neste país.
  9. Porém desses quase 200 estudantes que conheci, reparei em duas meninas. Uma delas, uma menina exemplar em quase todas as matérias, nota dez. Nunca vi uma estudante como ela. E eu muitas vezes peço ao Senhor que continue sendo conduzida por Ele, porque gostaria que chegasse a ser alguém útil ao Senhor. Porém essa menina um dia, quando o colégio havia organizado um campeonato de xadrez, falou comigo que não podia participar daquele jogo de xadrez, pois seu pastor tinha proibido jogar esses jogos. Então eu falei, muito bem, será que você pode marcar para mi um encontro com seu pastor? Pois naquele bimestre, se não participava daquele campeonato, ela tiraria zero em algumas matérias. Ao dia seguinte ela falou comigo e dize: meu pastor vai visitar ao professor na próxima semana. Eu agradeci e esperei, e esperei e ainda estou esperando. Finalmente persuadi aquela menina aprender a jogar xadrez, para salvar a nota dela.
  10. Outra das meninas, que era bem caladinha, não falava quase com ninguém e não queria fazer quase nada, nem comer o lanche do colégio, porque dizia que ela era crente. Não podia fazer quase nada porque era crente. Nem estudava, nem tirava notas boas, nem ouvia os conselhos do professor, porque era crente. Um dia ela em uma de suas provas, colocou ao final da folia, a seguinte frase: “Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.” Mas as repostas da prova estavam péssimas. Então eu acrescentei a seguinte frase naquela prova: Se acredita em Jesus Cristo estude direito para seguinte prova!
  11. Pois é. Tudo ia tão bonito neste sonho chamado Brasil com quase 30% de evangélicos, segundo dados oficiais que os pastores gostam erguer como bandeira de triunfo. Até que eu comece a ver outro lado da moeda.
  12. Numa pesquisa realizada em Brasília, os estudantes universitários foram a perguntar pelas ruas muitas coisas, e entre elas uma das perguntas dizia: Você acredita em Deus? Alguns respondiam sim outros não e outros tentavam explicar o que não se pode explicar. Uma das respostas foi espetacular, escutem bem, era um homem de 50 e poucos anos quem respondia. Você acredita em Deus? -Perguntou o estudante. E aquele homem respondeu: Graças a Deus que não!
  13. ...Graças a Deus que Não!
  14. Há dias que ainda escuto perplexo, aquela frase: graças a deus que não acredito em Deus!
  15. Se vamos construindo alguma hipótese, estaríamos em condições de afirmar:
  16. Que este povo sabe de Deus, porém não lhe tem conhecido ainda. Este povo louva a Deus, porém não sabe quem é esse Deus. Este povo lê a Bíblia Sagrada, porém não sabe nem conhece de quem fala esse livro. Pior ainda não sabe ou no quer saber o que esse Deus pede deles.
  17. O que pode estar acontecendo então? Por que este Brasil de quase 40 milhões de evangélicos está de esse jeito?
  18. Tentemos escutar o que nosso Senhor nos fala ao respeito:
  19. em Apocalipse 2: 12 -17
  20. 12 Ao anjo da igreja em Pérgamo escreve: Estas coisas diz aquele que tem a espada afiada de dois gumes:
  21. 13 Conheço o lugar em que habitas, onde está o trono de Satanás, e que conservas o meu nome e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha testemunha, meu fiel, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.
  22. 14 Tenho, todavia, contra ti algumas coisas, pois que tens aí os que sustentam a doutrina de Balaão, o qual ensinava a Balaque a armar ciladas diante dos filhos de Israel para comerem coisas sacrificadas aos ídolos e praticarem a prostituição.
  23. 15 Outrossim, também tu tens os que da mesma forma sustentam a doutrina dos nicolaítas.
  24. 16 Portanto, arrepende-te; e, se não, venho a ti sem demora e contra eles pelejarei com a espada da minha boca.
  25. 17 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor, dar-lhe-ei do maná escondido, bem como lhe darei uma pedrinha branca, e sobre essa pedrinha escrito um nome novo, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe.
  26. ANALISANDO
  27. Agora tentemos entender o texto bíblico:
  28. O apostolo João quem provavelmente escreve estas revelações se refere às 07 igrejas da Ásia aproximadamente 50 anos após da ascensão de nosso Senhor aos céus.
  29. Esta revelação se escreve durante o domínio do império romano e temos igrejas, que sobreviviam em médio dessa difícil realidade. Outra língua, outras costumes, outras leis, outra moeda, outros jeitos, até outros deuses. Muito parecido ao que acontece em nossos dias, não é mesmo?
  30. Vamos a ver por que:
  31. A mensagem deste texto e do próprio Senhor: 12 Ao anjo da igreja em Pérgamo escreve: Estas coisas diz aquele que tem a espada afiada de dois gumes:
  32. E ai começa a avaliação que faz nosso Senhor Jesus Cristo: 13 Conheço o lugar em que habitas, onde está o trono de Satanás, e que conservas o meu nome e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha testemunha, meu fiel, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.
  33. Que lugar mais ruim hein? Esta igreja estava num lugar onde morava Satanás. Como será aqui?
  34. A cidade de Pérgamo era uma cidade costeira, uma cidade pequena, mas suficientemente desenvolvida, dizem os arqueólogos que junto com Éfeso e Esmirna lutavam por serem as mais representativas do império romano. Naquele tempo quem adulara mais ao sistema de governo, obviamente recebia mais favores do império. Que nem agora também, certo?
  35. Por que O Senhor se refere ao Pérgamo como o trono de Satanás? Porque nesse lugar o povo havia construído um templo dedicado ao Imperador romano de aquele tempo (Domiciano). E todo mundo ali rendia culto a ele como se fosse deus. Antes de este templo existiu neste lugar outros templos e cultos dedicados a deuses gregos Zeus, Atenea e Esculápio, deuses que até agora subsistem, porém com outros nomes. É incrível como se repete na historia humana a mesma rebeldia do homem contra nosso Senhor. Sabe que as olimpíadas, por exemplo, se fazia em honor do Zeus cada quatro anos? A gente agora no adora as olimpíadas?
  36. Então isso acontecia em Pérgamo, onde uma igrejinha cristã era diferente, não se somava as costumes de aquele povo. Disso que nosso Senhor Jesus Cristo está falando e chama de Satanás a todo esse sistema religioso que imperava naquele lugar.
  37. O povo cristão sabe que nosso Deus Javé, nosso Pai, é Deus zeloso. Não agüenta que ninguém o substitua, porque ninguém poderia. Porém o homem faz isso toda vez. É blasfêmia, olha como ás vezes é a gente.
  38. Muito bem, nesse lugar havia uma igreja que lutava por ser fiel ao Senhor. Ainda que tivesse muitos inimigos, alem de mártires que morreram pela Fe em Cristo. Um deles foi Antipas que morreu antes de desistir de sua Fe. Obrigaram-lhe a afastar-se da igreja, para ir a somar-se aos seguidores de outros deuses e outros costumes.
  39. Será que alguém agora em nossos dias faz a mesma exigência para nos. Alguém de vocês já foi empurrado para se ajoelhar diante de alguém. Tal vez no seja nenhum personagem, tal vez um jeito de vida, um sistema, alguma coisa. Saibam irmãos que o Satanás já mudou muitas vezes de estratégia para pegar e destruir aos crentes deste tempo. Não pensem que ser idolatra é somente aquele que se ajoelha diante de ídolos de madeira ou de metal. O Satanás é experto demais para colocar a mesma isca duas vezes. Ele já sabe que você não vai cair na mesma armadilha, duas vezes. Por isso o conselho do nosso Senhor: vigiai e orai.
  40. Agora olhemos as palavras bonitas como avalia nosso Senhor a esta pequena Igreja de Pérgamo: V 13 conservas o meu nome e não negaste a minha fé.
  41. A pesar da perseguição que sofria, ela ainda conservava o culto ao Senhor e mais ainda acreditava que Jesus Cristo é o Senhor e Salvador que voltará em breve para levar a seus amados. Sofreu a morte de Antipas, porem não se abalou. Que valor e valentia desta simples igreja de Pérgamo.
  42. Mas, olhe o que diz logo no verso 14 Tenho, todavia, contra ti algumas coisas, pois que tens aí os que sustentam a doutrina de Balaão, o qual ensinava a Balaque a armar ciladas diante dos filhos de Israel para comerem coisas sacrificadas aos ídolos e praticarem a prostituição.
  43. Muitas vezes a gente passa para a história com uma fama ruim, essa era a fama de Balaão e de seu cúmplice Balaque.
  44. A historia destes está escrita na Bíblia no livro de Números Cap. 22-24, Balaque rei dos Moabitas descendente de Moabe filho do pecado de incesto de Lo com uma das filhas. Viraram inimigos do povo de Deus porque não deixaram passar pelo seu território a Moisés e ao povo que estava levando para Canaã.
  45. Então Balaque contratou por dinheiro ao profeta Balaão para amaldiçoar ao povo de Deus. Deus não deixaria jamais acontecer. Por isso Ele puxo as orelhas de Balaão varias vezes, porém este “profeta afastado de Deus” não se arrependeu pelo contrario sabendo que as mulheres moabitas eram muito bonitas aconselhou a elas namorar aos rapazes do povo de Deus e assim afastá-los da autoridade de Moisés e obviamente da autoridade de Deus. Os moabitas tinham outros deuses, acreditavam em outras cousas e os rapazes do povo de Deus caíram na cilada.
  46. Não pode misturar a Fe em nosso Senhor com crendices ou outros jeitos de Fe! Foi terrível a disciplina do Senhor para eles depois, pagaram esta ousadia com suas próprias vidas.
  47. Então havia em Pérgamo uns irmãos que faziam isso misturavam a Fe em nosso Senhor com outras costumes, admitiam pecados sexuais de todo tipo: fornicação, divorcio, casamentos proibidos, homossexualismo de homens, de mulheres, admitiam costumes estranhas a santidade que pede Deus para seu povo. Davam reverencia e culto a outros deuses e admitiam o culto ao dinheiro e a prosperidade e todas essas coisas que também acontece agora. Você esta entendendo?
  48. Tenho uma coisa contra ti: v. 14 “tens aí os que sustentam a doutrina de Balaão, o qual ensinava a Balaque a armar ciladas diante dos filhos de Israel.”
  49. Não se pode nem armar ciladas para os filhos de Deus cair nelas, nem cair nessas ciladas.
  50. Olhemos o que disse a seguir: 15 Outrossim, também tu tens os que da mesma forma sustentam a doutrina dos nicolaítas.
  51. Os Nicolaítas sempre existiram, são esses que pregam o bom viver. Esses que andam pregando a doutrina de “a vontade”. Se vai pecar peque a vontade, se vai comer coma a vontade, se vai beber, beba a vontade. Se vai gastar gaste a vontade. Esses crentes mentirosos acomodam as verdades da Fe com seus interesses pessoais, especialmente com a procura do dinheiro para gastá-lo em prazeres. Esses servem ao estômago e dão culto á sensualidade. Sempre procurando sentir se bem de seu jeito, não segundo Deus.
  52. Esses nicolaítas estavam interessados em misturar a Fe em Jesus com as coisas deste mundo, para tirar lucro deles. Assim estavam bem reconhecidos pelo Imperador, com a sociedade chique de aquele tempo, e pretendiam estar bem com nosso Senhor.
  53. Porém o filho de Deus reconhece quem são estes, mas não se pode ter-los, nem suportá-los, pois contaminam a massa como o fermento. O crente verdadeiro não mexe com coisas do Satanás, ainda que ele esteja dormindo em nossa própria cama ou vivendo em nossa própria casa o tenha morada em nossa própria igreja ou esteja habitando em nossa cidade. Tem que ser resistido e ele fugirá, tal como nosso Senhor prometeu! Nossa luta e fazer realidade o Reino de Deus. Sendo-nos mesmos os primeiros em submetermos a sua justiça. E depois fazer tudo o que foi colocado embaixo de nossa capacidade, pelo caminho do amor, também se submeta ao Senhor.
  54. Pois o crente verdadeiro não tem mais livre arbitrio, sua liberdade é fazer o que o Mestre ordena.
  55. Finalmente, o que deve fazer esta igreja e os crentes verdadeiros que ficam nela?
  56. Versículo “16 Portanto, arrepende-te; e, se não, venho a ti sem demora e contra eles pelejarei com a espada da minha boca.”
  57. Nosso trabalho agora é reconhecer que erramos agüentando esses “irmãos” que andam errados e pior ainda que possam estar fazendo errar a outros. Olha, Não disse que vamos a guerrear e acabar com eles. O problema esta em deixar que eles preguem essas doutrinas erradas e contaminem o povo armando ciladas para fazermos cair. O combate da Fe é com a espada de dois gumes – a palavra de Deus. E é nosso Senhor que da vitoria nessa luta.
  58. Se alguém fala: to nem ai! Ele Vira cúmplice de Satanás, cuidado com isso!
  59. Por tanto, arrepende-te e volta a Deus. E essa é minha pregação hoje para o povo de Deus. Arrepende-te e volta a Deus! Ele nos espera com os braços abertos como esperou o Pai daquele filho prodigo. Arrepende-te e volta a Deus, para não receber o castigo eterno. Se não, receber o maná escondido e seu novo nome numa pedrinha branca.
  60. Versículo 17 17 Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor, dar-lhe-ei do maná escondido, bem como lhe darei uma pedrinha branca, e sobre essa pedrinha escrito um nome novo, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe.

Pedro Arroyo